top of page
  • Escritor

Qual a importância da carta traço na operação?

Conforme consta na Norma da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) NBR7212 DE 04/2021 Concreto dosado em central - Preparo, fornecimento e controle, a carta de traço serve para registrar os materiais que constituem a formulação (receita ou traço) de um concreto na data de sua elaboração. Assim, o responsável técnico elabora a sua receita e oficializa através de um documento que se chama CARTA DE TRAÇO, após analisar cada componente (cimento, brita, areia, água, aditivos e outras adições) separadamente.

Em se tratando de grandes obras, ao longo do período de execução, as características dos componentes do concreto podem sofrer alterações e estas devem ser informadas ao contratante conforme acordo prévio. Quem contrata uma empresa de serviços de concretagem tem o direito de requerer a composição do traço inicial e quando houverem alterações nos quantitativos dos materiais utilizados no concreto.

A empresa de serviço de concretagem deve apresentar esta informação através da carta de traço que deve conter no mínimo:

a) data da elaboração da carta de traço;

b) código de identificação do traço;

c) especificações do concreto;

d) materiais utilizados e suas respectivas massas específicas absolutas;

e) fornecedores de insumos;

f) quantidade em massa de cada componente do concreto;

g) teor de ar previsto;

h) massa específica do concreto no estado fresco;

i) assinatura do responsável técnico.

O que é traço de concreto?

Concreto é o produto da mistura de cimento, água, pedra e areia. Quando o cimento é hidratado pela água, ele forma uma pasta resistente e aderente aos fragmentos de agregados (pedra e areia), resultando um bloco monolítico.

A proporção entre todos os materiais que fazem parte do concreto é conhecida por dosagem ou traço, sendo que podemos obter concretos com características especiais, ao acrescentarmos à mistura aditivos, isopor, pigmentos, fibras ou outros tipos de adições. Cada material a ser utilizado na dosagem deve ser analisado previamente em laboratório (conforme normas da ABNT), a fim de verificar a qualidade e para obter os dados necessários para a elaboração do traço (massa específica, granulometria, etc.).

Na definição deste, é necessário ter cuidado com a qualidade e a quantidade da água utilizada, pois ela é a responsável por ativar a reação química que transforma o cimento em uma pasta aglomerante. Se sua quantidade for pouca, a reação não ocorrerá por completo e se for superior à ideal, a resistência diminuirá em função dos poros que ocorrerão quando este excesso evaporar.

A importância da dosagem

A dosagem é uma das etapas mais importantes na produção do concreto, tanto que ela está no título da norma NBR7212 (Concreto dosado em central). Esta Norma estabelece os requisitos básicos para a produção de concreto dosado em central. Nela, se definem procedimentos para as várias etapas do processo, que incluem o armazenamento dos materiais constitutivos do concreto, dosagem, mistura, transporte, recebimento do concreto, controle de qualidade, inspeção, aceitação, dentre outros.

Considerando a dosagem como o proporcionamento em massa ou em volume dos materiais para obtenção do concreto, é preciso fazer um “estudo de dosagem” para alcançar o melhor resultado. Isso depende da análise de cada material utilizado no concreto, seguido pela produção do concreto em laboratório, com diferentes proporções de cada um destes materiais, até chegarmos ao proporcionamento com melhor custo benefício, tendo assim a definição final da composição do concreto (Dosagem / Traço / Receita).

Mas podemos identificar também a dosagem como sendo a quantificação dos materiais componentes do concreto no momento de sua produção, ou seja, colocar as proporções corretas de cada material dentro do caminhão betoneira.

Os sistemas de pesagem dos materiais componentes do concreto, na produção, devem ser preferencialmente automatizados. Automações devem realizar as operações com grau de precisão adequados à norma. Tais sistemas devem manter registros de pesagem para garantir a rastreabilidade das cargas, registrando as diferenças entre a quantidade solicitada e o efetivamente dosado para cada material componente do traço. Além disso, deve alertar também para desvios indesejados ocorridos durante a dosagem, o que é quase impossível de se conseguir de forma manual.

Para fazer isso, você pode contar com o Kmix, uma plataforma criada pela Kartrak para deixar tudo mais fácil e preciso. Para saber mais é só clicar nesse botãozinho aí embaixo!



Comments


bottom of page