top of page
  • Escritor

O que são agregados para concreto?

O concreto é o segundo material mais consumido do mundo, sendo ele uma mistura de cimento, água e agregados. Estes últimos são os responsáveis pela resistência e durabilidade do material. A escolha dos agregados adequados é fundamental para garantir a qualidade do concreto produzido, sendo necessário levar em consideração suas propriedades físicas e químicas, além de sua granulometria e forma, a fim de obter um concreto com resistência adequada, boa trabalhabilidade e durabilidade. Neste artigo, vamos explicar melhor o que são os agregados e sua importância para a qualidade do concreto.


O que são agregados


Chamamos de agregados os materiais que, no início do desenvolvimento do concreto, foram adicionados à massa de cimento e água, para dar-lhe “corpo”, tornando-a mais econômica. Hoje eles representam cerca de oitenta por cento do peso do concreto e sabemos que além de sua influência benéfica quanto à retração e à resistência, o tamanho, a densidade e a forma dos seus grãos podem definir várias das características desejadas em um concreto.

No entanto, é importante ter em mente que um bom concreto não é o mais resistente, mas o que atende as necessidades da obra com relação à peça que será moldada. Logo, a consistência e o modo de aplicação são, em conjunto com a resistência, fatores que definem a escolha dos materiais adequados para compor a mistura, que deve associar trabalhabilidade à dosagem mais econômica.


Origem e tamanho dos agregados


Os agregados, dentro desta filosofia de custo-benefício, devem ter uma curva granulométrica variada e devem ser provenientes de jazidas próximas ao local da dosagem. Isto implica em uma regionalização nos tipos de pedras britadas, areias e seixos que podem fazer parte da composição do traço.

Com relação ao tamanho dos grãos, eles podem ser divididos em graúdos e miúdos, sendo considerado graúdo, todo o agregado que fica retido na peneira de número 4 (malha quadrada com 4,8 mm de lado) e miúdo o que consegue passar por esta peneira.


Classificação dos agregados


Os agregados também podem ser classificados como artificiais ou naturais, sendo artificiais as areias e pedras provenientes do britamento de rochas, pois necessitam da atuação do homem para modificar o tamanho dos seus grãos. Como exemplo de naturais, temos as areias extraídas de rios ou barrancos e os seixos rolados (pedras do leito dos rios).

Outro fator que define a classificação dos agregados é sua massa específica aparente, onde podemos dividi-los em leves (argila expandida, pedra-pomes, vermiculita), normais (pedras britadas, areias, seixos) e pesados (hematita, magnetita, barita).

Devido à importância dos agregados dentro da mistura, são necessários vários ensaios para sua utilização, que servem para definir aspectos como:

  • Granulometria;

  • Massa específica real;

  • Massa específica aparente;

  • Módulo de finura;

  • Torrões de argila;

  • Impurezas orgânicas;

  • Materiais pulverulentos;

  • Entre outros.

A ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) é o órgão que define estes ensaios e suas formas de execução. Os resultados dos mesmos vão implicar na aprovação dos agregados para sua utilização no concreto.

Para automatizar sua central dosadora de concreto e carregar os agregados corretamente, entre em contato com a Kartrak através do formulário abaixo. Não esqueça de compartilhar esse texto e nos seguir nas redes sociais para descobrir mais sobre as nossas soluções.


Comments


bottom of page